Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de junho de 2009

O vai e vem de informações

Não existe coisa pior do que o tal do leva e traz... Fofoca é uma $#@¨*&&$! O problema é que ela me cerca... Sabe como é né? Jornalista adora passar uma informação, e receber outras! Mas esse tipo de informação passada de maneira não apurada, investigada, confirmada, provada pode gerar um sério problema!

Abrir a boca grande, muitas vezes, significa brigas! Mesmo quando falo na melhor das intenções, sempre vira contra mim. Fofocar é uma arte, boas intenções e fofoca não combinam! Por mais que você acredite fazer de boa fé, os envolvidos nunca vão acreditar. O grande segredo é não aparecer na história; e se, por ventura, aparecer tentar que seja de forma mais sutil possível. Daí, quando a confusão estiver armada, você será um mero observador. (Nossa isso pode dar dinheiro! Quem sabe um livro: a arte de ser uma ótima fofoqueira?!!)

A última vez que me envolvi numa dessas a coisa não ficou muito bonita! Fiz tudo na melhor das intenções, apartar uma briga de casal e no final das contas não vi minha sobrinha nascer... Não tem jeito, por mais desinteressado que seja o comentário, a fofoca sempre vai gerar uma intriga.

Triste? Pra quem não aprende. Para aquelas pessoas que continuam falando demais da vida alheia, e quando não, inventam histórias. Eu nunca inventei, mas aprendi a evitar a falar e quando falar, só divulgar o que eu vejo! Mas tática não adianta muita coisa. Uma vez resolvi contar a uma amiga que o namorado dela estava com outra, num postinho, resultado: um ano e meio sem falar come ela!

De nada adianta contar a minha melhor amiga que o namorado dela anda se pegando com uma colegial. Ela vai sempre acreditar em quem está ao lado dela. Deixo que ela descubra sozinha e depois dou meu ombro pra ela chorar. O problema é que se você não conta,você é traíra! E aí minha amiga, é confusão do mesmo jeito... Ninguém quer saber do que faz mal e nem ser a ultima a saber... Assim complica não é?!!

O importante é saber abstrair a fofoca, aprender a neutralizá-la e não remoer ou passar pra frente. Distinguir um comentário construtivo de um maldoso, é isso mesmo porque a fofoca boa pode abrir teus olhos, mas a ruim... Hum... Essa pode acabar com a sua vida! Procure ser feliz, e cuide da sua vida pois como diria Mário Quintana: “não diga nada para o seu amigo, que ele, um outro amigo tem, e o amigo do seu amigo, possui amigos também”.

Um comentário:

  1. Fofoca é um troço complicado mesmo...
    As vezes queremos ajudar e saímos prejudicados...
    Eu penso bem antes de contar essas coisas de traição, mas dependendo de quem sejam os envolvidos eu conto sim... Posso até sair mal na história, mas pelo menos eu estaria fazendo o que eu gostaria que fizessem por mim...
    Beijos meninas!!!

    ResponderExcluir