Total de visualizações de página

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Desabafo:

Essas últimas semanas não foram muito boas, parece que quando alguma coisa de ruim acontece, tudo vai desmoronando ao redor... É a velha Lei de Murphy, aliás, não sei se já comentei com vocês, mas acho que Murphy é meu vizinho... Aquele cara do apartamento 407 que eu nunca encontro... Tenho certeza que está sempre planejando mais uma forma de me mostrar que ele existe, por isso nunca o vejo.

É impressionante como meu dinheiro acaba na mesma semana que minhas contas vencem (detalhe: o dinheiro acaba antes de pagá-las). Na semana seguinte descubro que o tal concurso, que já paguei há dois anos, foi adiado mais uma vez. E, pra completar, essa semana me vem essa bomba: a queda da obrigatoriedade do diploma para o exercício profissional do jornalista.

Sempre acreditei que jornalismo é dom, que a pessoa nasce jornalista. Mas, depois que comecei a frequentar as aulas da faculdade, percebi que ser jornalista é mais que um dom. São técnicas de redação, edição, comportamento, relacionamento com as fontes. Nascemos pra informar, mas necessitamos de orientação.

Conversei com colegas de profissão, com professores do curso de jornalismo, com estudantes e com admiradores da comunicação. Busquei informações em sites variados, apurei, investiguei... Descobri que alguns acreditam que o STF vá recuar nessa decisão, eu acho que não. Mas independente disso, chegou a hora de lutar.

Ainda acredito que existam veículos de respeito; e esses vão manter os profissionais capacitados, desenvolvendo um trabalho de excelência e credibilidade. Pra mim isso é padrão de qualidade. Não tenho medo de competir com profissionais não titulados; tenho total consciência da minha capacidade.

3 comentários:

  1. Meninas, não sei se já contei a vcs, mas eu fiz um período de Comunicação Social... Meu sonho, desde de pequena, quando me perguntavam: o que você quer ser quando crescer? A resposta era: jornalista!
    Só abandonei a faculdade porque as coisas estavam apertadas em casa e pelo que pude perceber, o mercado de trabalho era muito fechado! Só ouvia as pessoas falando que só tinha emprego quem estudava na PUC... Isso me desanimou muito!
    Comecei a trabalhar numa empresa de blindagem, na parte administrativa (onde estou até hoje) e desde então resolvi que mesmo querendo fazer Administração de Empresas, um dia vou fazer Jornalismo, mesmo que nunca exerça a profissão!
    Talvez esse seja um dos motivos que eu tanto babo esse blog! Amo tudo que vocês escrevem, admiro muito vocês...
    Aproveito e deixo aqui meu protesto contra a decisão do STF!!!
    Beijos da pacote de fã =)

    ResponderExcluir
  2. Isso é um assunto sério e estou dentro do Pacote.
    É revoltante e talvez até um descaso com os leitores , com quem acompanha realmente o jornalismo e a importancia destes profissionais para a sociedade.
    Imagine só que desastre profissionais nao capacitados para informar`aos cidadões o que acontece? O jornalismo é a nossa fonte de acesso à tudo. Realmente essa decisão é inaceitável , revoltante.
    é isso ai Pacotada. vamo que vamo

    ResponderExcluir
  3. Agora mesmo, o Manoel da padaria vai escrever num jornal. Aguardem.

    ResponderExcluir