Total de visualizações de página

sábado, 17 de abril de 2010

Dica SAMU

Recebi um e-mail essa semana... Desses que todo mundo vai repassando... Era interessante, uma dica do SAMU que fazia um apelo a população. No texto eles diziam que na maioria das vezes que vão socorrer pessoas tem dificuldade em definir pra quem avisar do acidente. O apelo que eles fazem é para que nós coloquemos em nossa agenda do celular assim: "AA Emergência" e o número do telefone da pessoa. Assim fica mais fácil saber pra quem pode dar o feed back após o atendimento inicial!

É muito simples e pode salvar nossas vidas! Custa todos fazerem isso???? CUSTA! E custa muito! É uma situação muito complicada: enquanto o SAMU nos pede para tentarmos salvar as nossas vidas, a polícia nos pede para excluir da nossa agenda nomes como: pai, mãe, casa, amor... Segundo eles, permanecer com esse tipo de definição pode nos causar problemas... Se perdemos o celular ou somos assaltados, os bandidos podem usar disso para extorquir nossos familiares ou praticarem crimes piores.

E aí surgiu a dúvida: Coloco "AA Emergência" na agenda do meu celular? Ou continuo chamando papai de César? Salvo minha vida? Ou entrego a de alguém pra bandidagem? Nessas horas bate uma dúvida enooooorme na minha cabeça, tentar me proteger colocando em risco outra pessoa? Qual a maior chance que eu tenho? Ser assaltada ou sofrer um acidente? Perguntas, perguntas, perguntas... TODAS sem resposta! Ninguém pode prever quando vai ser assaltado, muito menos quando vai sofrer um acidente.

Talvez seja melhor assumir o risco, tentar salvar a minha pele e preparar o "AA Emergência" para um possível trote. Não sei. Ainda não defini o que fazer, mas aproveito o espaço para pedir uma salva de palmas para a segurança pública brasileira! Sem o trabalho magnífico deles eu não poderia estar escrevendo mais essa crônica!

3 comentários:

  1. É amiga, eu por exemplo... Roubaram meu Nextel ontem... Ñ tinha nenhum nome de mamy, tia, mto menos amor, né? rs E tb graças à Deus ninguem precisou de socorro pq eu ñ teria como ligar para o SAMU...
    A segurança pública desse país é uma vergonha mesmo... Assim como o caráter de algumas pessoas, e sabe ql o prob? Nos acostumamos com isso... Estou indignada pq eu fui para uma Micareta curtir 2 shows q amo e roubaram meu cel... Aí qndo conto p alguns amigos, sabe o q me falam? Q tem gente q só vai p essas festas p roubar... Como se isso fosse normal... Pq a polícia ao invés de ficar lá parada na porta fazendo figuração ñ fica de olho nesses ladrõezinhos?
    Eu to me sentindo lesada... Trabalho mto p ter td o q tenho p vir alguém e me levar assim, na mão leve?
    E Renato Russo ainda dizia que o Brasil é o país do futuro... Futuro? Onde? Como? Qndo? Só vejo esse país se afundar mais...
    Aff... Chega de falar porque já to mto revoltada...
    Bjoks e parabéns mais uma vez pelo seu texto brilhante!!! Precisamos de jornalistas como vc!!!

    ResponderExcluir
  2. Prezada blogueira,
    Não há nenhuma orientação por parte do Ministério quanto a isso de que as pessoas disponibilizem em seus celulares contatos de parentes que devam ser acionadas em caso de emergência.

    A ligação é atendida por técnicos na Central de Regulação Médica que identificam a urgência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o primeiro diagnóstico da situação iniciando o atendimento com orientações sobre as primeiras ações ao paciente, ou à pessoa que realizou a chamada.

    Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um serviço de saúde adequado à solicitação; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma ambulância com médico e enfermeiro, equipada com todo suporte de atendimento intensivo.

    O SAMU 192 – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência deve ser chamado pelo telefone 192, o atendimento funciona 24 horas por dia e a ligação é gratuita.

    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde

    Para mais informações: fernanda.scavacini@saude.gov.br

    ResponderExcluir
  3. Quando eu falo do funcionalismo público desse país, não é a toa...
    Me diz uma coisa, se os funcionários públicos tivessem assumindo suas funções ao invés de ficar lendo blogs na internet para ficar se defendendo, teriam roubado meu celular? Quando precisei de uma ambulância para socorrer uma deficiente física que caiu no Rio Shopping certa vez, ela teria demorado tanto? Quando levei minha mãe a um hospital público aqui no Rio porque a pressão arterial dela estava nas alturas e não tinha um médico para atendê-la, precisei fazer um escândalo para em apenas um segundo aparecer um servidor público para resolver o problema... E ainda existe uma lei que diz que desacato a funcionário público no exercício da função, a pena é detenção de 6 meses a 2 anos ou multa...
    Eu queria sim ser funcionária pública, mas para ter um salário digno e fazer jus a ele, para ter mais tempo para me dedicar a algumas coisas...
    Aliás Thabata, você também devia querer isso para sua vida, quem sabe assim você teria mais tempo para o nosso Pacotinho??? hehe

    ResponderExcluir