Total de visualizações de página

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Rotina...

Tenho um ligeiro trauma de relacionamentos... Principalmente quando meu parceiro mora a menos de 50 km de mim! Ter que dividir os dias, as festas, as alegrias e porque não as tristezas? Pior, ter que dividir o meu tempo com ele? Para mim é humanamente impossível!

Adoro carinho, chamego, atenção... Mas quando é demais sempre me sinto sufocada. Talvez por isso meus relacionamentos próximos tenham falido. Então agora aposto no namoro a distância. Uma semana divido tudo com ele, o tempo, espaço, corpo, pensamentos... E o resto do mês é só para mim e para quem eu achar viável.

Eu não sou egoísta, definitivamente não sou! Prova disso que já até dividi namorado. Mas me amedronta a idéia de cair na rotina, de DRs que nunca são ouvidas, pois a TV no canal de esportes, acompanhada de pipocas, peidos e arrotos não permitem. Eu odeio obrigação... Ter que encontrar, ter que dormir junto! Não, definitivamente, pra mim não rola nada que for muito metódico e rotineiro...

Quer ver? Faça uma experiência: um mês... Quatro paredes você e seu amor... Aí a gente vê que príncipe de filme água com açúcar e de preferência com o Ben Affleck , é uma produção única e exclusivamente ficcional ... A pia não fica cheia, a samba canção é sexy, não existe mau hálito, mau humor, não existe cueca suja... Ta eu sei que tudo isso faz parte das dores e delicias de viver um relacionamento, há até quem tenha prazer em viver isso tudo, mas eu não... Por favor, não quero viver de mentiras... Não é isso. É apenas a vontade de não viver as coisas que podem acabar com o encanto da situação.

Mas quer pior do que você está lá, na cama, louca de amor e tesão; o cara te come e simplesmente vira pro lado e dorme? A distância te da uma falsa impressão de primeiro olhar. E a saudade, vamos chamar assim, traz mais intensidade ao sexo. Talvez as pessoas tenham medo de relacionamento a distância porque distância remete a traição... Mas fecham os olhos para as traições que elas comentem com elas mesmas, de emoções e sentimentos.

No fundo acredito ter a ilusão que escapei da rotina. Quando na verdade caí em outra. Porque se a gente for parar para pensar tudo na vida é rotineiro até a busca por não se ter a rotina. Quando percebo que tenho que ir ao encontro dele, por mais prazeroso que seja, vem sempre na minha cabeça: “mais uma vez”. Sempre buscando planos que deixem a conta de celular mais barata, e no final estou vendo uma forma de estar mais perto, um emprego aí quem sabe...

Um comentário:

  1. Amigaaaa, acho q to precisando de um desses, à distância... heheheh
    Adoooooooro tds os post's...
    Bjoks

    ResponderExcluir